matomo

Utilize WD-40® para lubrificar os amortecedores da bicicleta

Comprar uma bicicleta não é tão simples como parece. Existem várias características a considerar e uma delas são os amortecedores ou a suspensão. Desde o modelo de bicicleta mais simples ao modelo mais “kitado” para profissionais de ciclismo, os amortecedores da bicicleta são muito importantes.

Quem está atento a este mercado, sabe que a cada ano os amortecedores tornam-se mais leves e “inteligentes”. Assim, à medida que detetam irregularidades no terreno, adaptam o funcionamento para cada estado do mesmo.

 

Que tipos de amortecedores existem?

Na verdade, existem centenas de opções de amortecedores. Neste artigo vamos focar-nos em três tipos:

 

1. Amortecedores simples

O mais simples, para todos aqueles que queiram apenas passear por trilhos e usufruir da bicicleta em momentos de lazer. Este tipo de amortecedor tem 100 mm de curso e aceita freios V brake ou disco. Estes modelos são feitos de materiais mais simples e, por isso, mais pesados. O que pesa são as hastes (tubo de aço e cromadas). Ainda assim têm cartucho hidráulico e controlo de travagem no crown. A travagem da suspensão fecha com a passagem de óleo, bloqueando o seu funcionamento. É também útil em subidas quando pedalamos em pé visto que evitam a perda da força cinética pelos repetidos encolhimentos do amortecedor.

 

2. Amortecedores intermédios

Por outro lado, existem também os amortecedores intermédios, ideais para aventura e competição. São feitos de materiais nobres e contam com diversos ajustes. Têm uma suspensão de Cross Country com 100 mm de curso, é leve e muito funcional. Este amortecedor é mais arrojado, já que as hastes são de alumínio e não utilizam mola de aço. Isto porque têm cartuchos hidráulicos com câmaras por onde circulam óleos com diferentes viscosidades.

 

3. Amortecedores para competição

Por fim, existem amortecedores mais sofisticados, para uso em competição ou profissional. Este tipo de amortecedor é muito leve. Além disso, apresenta a possibilidade de ajustar a altura (curso) entre 80 e 120 mm, o que permite um total controlo da bicicleta, seja para que piso for. Neste modelo são usados com frequência materiais como titânio e fibra de carbono. As canelas são fabricadas com ligas compostas. Com apenas uma calibragem é possível abastecer as duas câmaras (positiva e negativa) ao mesmo tempo, facilitando o trabalho do ciclista.

 

Como é feita a lubrificação e correta manutenção dos amortecedores?

Como vê, o amortecedor é uma peça muito importante numa bicicleta. Quanto mais profissional for, mais importante é. Por isso, é necessário dar o melhor tratamento ao amortecedor. Para tal, sugerimos o produto WD-40 Specialist – Lubrificante de Silicone. Este produto permite uma lubrificação resistente a fricções e a altas temperaturas. A aplicação é muito fácil. Em primeiro lugar, aplique generosamente o produto diretamente nos amortecedores. De seguida, mexa a bicicleta para cima e para baixo a fim de simular a utilização da mesma. Posteriormente, com um pano seco, retire o excesso de produto, apenas se for caso disso. Se fizer uma utilização intensiva da sua bicicleta, o ideal é que faça este processo quinzenalmente.

 

Quando fizer a manutenção dos amortecedores, aproveite para lubrificar a corrente da bicicleta e tratar dos outros componentes que a constituem. Faça uso dos produtos da gama WD-40 BIKE e mantenha a sua bicicleta nas melhores condições e com o máximo desempenho.

Se ficou interessado nos produtos WD-40 saiba onde comprar.

AVISO:

Os usos descritos para o WD-40 Produto Multiuso foram compartilhados com a WD-40 pelos próprios utilizadores. Estes usos não foram aprovados pela WD-40 Company e não são uma recomendação de uso por parte da WD-40 Company. O senso comum deve sempre ser aplicado ao se utilizar os produtos da WD-40. Siga sempre as instruções e tome nota das advertências descritas na embalagem do produto.

Registe-se para receber notícias e ofertas exclusivas!

© 2019 WD-40 Company